IMG_6539

Como a prática ensina os baixinhos a lidarem melhor com as emoções desde cedo.

Nos divertimos muito na semana passada em que a pequena Maria Eduarda, filha da minha aluna Maria, entrou na aula com a gente e se pôs a cantar o OM. Outro dia, quando cheguei, ela uniu as mão em frente ao peito e disse “Damaste”, referindo a tradicional saudação indiana “Namastê”. E vejam que a fofucha (na foto acima com a mãe, na postura do cachorro olhando para baixo) tem só 02 anos.

Muitas instituições de ensino públicas e privadas estão incluindo a prática na grade curricular. Em São Paulo, o Colégio Hugo Sarmento foi ainda mais longe: substituiu os esportes tradicionais de bola por atividades “alternativas”, entre elas a yoga. “Fizemos isso para que eles desenvolvam a consciência e a ética”, afirmou o diretor João Mendes Jr. “Notamos que eles se concentram mais nas aulas, ficam menos ansiosos durante as provas e conseguem administrar conflitos com mais equilíbrio.”

Em tempos de bullying e com um número cada vez maior de crianças sofrendo de síndrome do pânico, despressão, ansiedade e outros males de gente grande, saber “administrar conflitos” tornou-se ainda mais necessário no universo infantil.

IMG_6537IMG_6540IMG_6541

Por meio da respiração, das posturas corporais e de uma atitude interna positiva, as crianças descobrem que podemos mudar nossa energia para melhor, além de trabalhar a psicomotricidade, a coordenação motora e a lateralidade. Muitas vezes elas influenciam os pais, tornando o ambiente de casa mais tranquilo. Com os pequenos, tudo é feito de maneira muito lúdica e a aula, normalmente de 40 minutos, passa brincando, sem nomes em sânscrito ou posturas difíceis para a idade deles. Incluindo os fundamentos nos princípios éticos da Yoga, como a não agressão, verdade, honestidade e desapego.

A procura pela yoga infantil cresce a cada ano. A Omnisciência, fundada em 2004 e ligada a um dos mais respeitados centros de yoga do mundo, a Self Realization Fellowship, já orientou mais de 7500 crianças. Na tradição indiana, a prática era a partir dos 05 anos, com métodos adaptados aos menores, vemos crianças de 02 anos na postura do sapo ou da cobra, como é o caso de Maria Eduarda, que só de nos observar atrás da porta aprendeu a cantar o OM e a imitar o leão, como na foto abaixo:

montagemIMG_6542

Quem aguenta??? :-)

Conheci em 2009 a Dr Micheline Flak, que levou em 1973, pela primeira vez no ocidente, a prática de yoga para a sala de aula como apoio pedagógico. Com objetivo de ensinar para os alunos técnicas que os auxiliem a administrar com mais equilíbrio as emoções, melhorar a concentração e o aprendizado, a iniciativa deu tão certo que poucos anos depois Micheline criou a Recherche Sur le Yoga dans L’Éducation (Pesquisa sobre Ioga na Eduacação) ou RYE, proposta adotada pelo Ministério da Educação francês que tive o privilégio de conhecer no Centro Montanha Encantada, em Garopaba, SC.

Fica minha dica para que papais e mamães conheçam um pouco mais desta prática que os pequenos adoram!

  • Sobre a menopausa e o Yoga como tratamento O título da matéria da UOL Saúde é: "Estudo revela que benefício da ioga nos sintomas da menopausa é limitado", que logo me chamou atenção. Evidentemente que a pratica de ioga e […]
  • Yoga pré natal ajudou o nascimento do bebe real Os ingleses comemoraram ontem a chegada do primeiro filho do príncipe William e Kate Middleton. O menino, ainda sem nome divulgado oficialmente, nasceu nesta segunda-feira (22), no […]
  • Revolução: a cura da sociedade depende da cura do indivíduo Tenho pensado muito frente a todas as manifestações que estamos presenciando e vivenciando ultimamente, na tentativa de compreender o que está acontecendo e o que está por vir. De […]
  • Lady Gaga pratica Yoga Lady Gaga pratica yoga? Por essa ninguém esperava, hein? A popstar que adora um factóide e um vestido de carne Lady Gaga é "praticante" de yoga desde 2004, antes mesmo de se tornar […]