primavera-outono-verao-inverno-primavera
Que ressaca, que nada! Muita gente aproveitou o feriado do Carnaval para descansar e curtir momentos relax. Se você está mais para um filminho hoje, minha dica é “Primavera, Verão, Outono, Inverno e… Primavera”.

Sim, o nome comprido sugere mesmo a evolução do tempo através das estações do ano.

Um menino é criado por um monge budista num pequeno monastério no meio de um lago. Ali, contemplam a natureza e vivem em harmonia com o presente todos os dias. O tempo passa até que uma garota doente vem trazida pela mãe para se tratar com o monge, mudando a vida do jovem rapaz.

Ninguém é indiferente ao poder das quatro estações e de seu ciclo anual de nascimento, crescimento e declínio. Nem mesmo os dois monges que compartilham a solidão, em um lago rodeado por montanhas. Assim como as estações, cada aspecto de suas vidas é introduzido com uma intensidade que conduz ambos a uma grande espiritualidade e a tragédia. Eles também estão impossibilitados de escapar da roda da vida, dos desejos, sofrimentos e paixões que cercam cada um de nós. Sob os olhos atentos do velho monge vemos a experiência da perda da inocência do jovem monge, o despertar para o amor quando uma mulher entra em sua vida, o poder letal do ciúme e da obsessão, o preço do perdão, o esclarecimento das experiências. Assim como as estações vão continuar mudando até o final dos tempos, na indecisão entre o agora e o eterno, a solidão será sempre uma casa para o espírito.

A comédia dramática é do diretor Kim Ki-duk, a produção coreana e sul coreana, de 2003.

http://www.youtube.com/watch?v=jEEI-3WgeVU

  • 15 maneiras de ficar zen Zen virou um adjetivo para caracterizar pessoas calmas, distraídas ou boas demais. Mas será que significa isso mesmo? Essa palavra oriental, que entrou na moda há cerca de duas […]
  • O Buda Sempre fui a favor do simples. Um filme para emocionar, não precisa ser rebuscado, efeitos especiais ou imagens chocantes, mortes e doenças. Ele precisa apenas estar na mesma linguagem […]
  • Filme Samsara Na tradição budista, Samsara é a "roda do sofrimento". Este nome é dado aos ciclos de reencarnação e morte onde estão presos aqueles que não atingem a Iluminação. Os monges vivem, em […]
  • Incenso: Comece o ano com a energia da casa renovada Nós, praticantes e/ou profissionais do Yoga, nos acostumamos a presença marcante dos incensos, uma herança do povo indiano e suas tradições antigas. Mas você sabe a verdadeira […]